Veni Creator Spiritus

Composição da tradição católica atribuída a Rabano Mauro, no século IX. É cantado em celebrações litúrgicas como a Solenidade de Pentecostes, na liturgia das horas e em ocasiões especiais tais como durante a entrada dos cardeais na Capela Sistina por ocasião de um conclave, na consagração de bispos, em ordenações sacerdotais, na administração do sacramento do Crisma, na dedicação de tempos, na celebração de sínodos ou concílios, na coroação de reis, na profissão de fé de membros de instituições religiosas e outros eventos solenes.

Outros Cantos para Entrada